O que comprar para o bebé?

As mulheres gostam de fazer compras, algumas, vá. Confesso que cada vez sou menos adepta de “correr” shopping, à medida que os anos vão passando tenho cada vez menos paciência. Opto por lá ir, apenas, quando tenho algo para comprar.

Na gravidez foi diferente vi muitas lojas e tornei-me um pouco consumista, assumo. Era impossível resistir ao sapatinho mini mini, ao babygrow fofucho, ao vestido coquete, enfim, estão a imaginar o desbaste orçamental que ocorreu nesta casa. Além disso tive outro problema em plena gravidez, estava rosadependente,  nada comprava que não fosse rosa ou branco. As outras pessoas diziam-me, mas esta cor também é tão bonita, combina com tudo, esqueçam, nada me demovia.

Antes de engravidar, nunca me passou pela cabeça que um bebé precisasse de tantas coisas, havia sempre algo que faltava. Para facilitar as futuras mamãs, elaborei uma lista, daquilo que acho essencial comprar para quando o vosso bebé nascer e não perderem tempo com estes pormenores.

Aqui vai!

1- O que levar para o hospital (neste tópico acrescento o que não deve faltar na mala da mãe)

Bebé
– Body’s de trespasse (são mais práticos)
– Calças interiores
– Babygrow’s fofinhos e confortáveis com abertura frontal
– Mantas quentinhas e pouco volumosas
– Gorro
– Carapins

Mamã
– Camisas de dormir com abertura frontal (embora os pijamas sejam mais confortáveis, as camisas são muito mais práticas).
– Cuecas descartáveis (muito úteis, mesmo)
– Cuecas de algodão
– Pensos higiénicos (muitos e grandes)
– Soutiens de amamentação
– Protetores de seios ou colectores de leite
– Creme purelan para os mamilos

– Cinta pós-parto  (opcional)
– Podem levar secador, alisador, cremes, maquilhagem para se sentirem ultra bonitas.

2- O que devemos ter em casa

– Vários body’s de trespasse (dependendo da altura do ano).
– Vários babygrow’s (optei por comprar inteiros e alguns com calça e camisola).
– Leggins ou calças de algodão (a partir das 2/3 semanas são muito práticas e muito úteis)
– Sweats/ t-shirts
– Meias

– Mantas quentinhas e leves
– Fraldas de pano
– Babetes (uso do Ikea porque são muito grossas e cardadas)
– Pijamas babygrow’s (uso da primark)
– Toalhas de banho
– Lençóis

-Chupeta

– Biberão (comprei apenas para prevenir, a amamentação esteve sempre em primeiro lugar)

– Soro fisiológico
– Compressas de tecido não esterilizado (para substituir as toalhitas)
– Compressas esterilizadas
– Champô e creme o mais neutro possível (usei da weleda à base de produtos naturais, a partir do primeiro mês passei a usar da mustela)
– Creme muda fralda (uso mitosyl, depois de ter experimentado várias marcas)
– Fraldas q.b.
– Termómetro
– Termómetro para medir a temperatura da água do banho
– Tesoura

-Pente

– Banheira
– Móvel muda fraldas (comprei no Ikea)
– Colchão muda fraldas e resguardo (comprei no Ikea)
– Berço
– Babycoque
– Carro de passeio

– Espreguiçadeira

– Tapete de atividades
– etc, etc..

Nota: Deverão ajustar o vestuário à respetiva estação do ano.

Não se assustem, a lista é longa, no entanto podem sempre pedir algumas coisitas emprestadas à vizinha, à prima, à amiga para facilitar e tranquilizar as vossas finanças. O mundo dos bebés é de facto bastante vasto e incrivelmente maravilhoso.

Ângela Rodrigues

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta