Um bom programa para os dias de inverno

O dia começou com chuva e frio, típico do mês de fevereiro, mas é sábado e após vários fins-de-semana ocupados, o corpo pediu para sair e fazermos algo diferente.

Uma ida à Biblioteca, ou melhor à Bebeteca!

Este é um programa que agrada a pequenos e graúdos, pelo menos cá em casa. Tenho o bichinho dos livros e uma simpatia especial por bibliotecas.

Gosto de sentir o seu sossego, observar quem chega, do murmurar baixinho, de ouvir passos lentos, mas acima de tudo, gosto do saber. O saber dos livros.

Inevitavelmente é algo que transmito à minha filha, e hoje mais uma vez fomos brincar para a biblioteca. Soa estranho esta expressão.
Andamos uma vida inteira a ouvir “a biblioteca não é para brincar”, “saiam da biblioteca, brincar é lá fora”.

Mas ao contrário do conceito normal, a Biblioteca Municipal Florbela Espanca, localizada no Concelho de Matosinhos criou uma Bebeteca. Desconheço nas proximidades, algo deste género [haverá, obviamente].

É um espaço bastante acolhedor, com imensos brinquedos que encantam qualquer criança [vá, também encantam adultos], um espólio de livros infantis, adequados a diferentes tipos de idades, únicos! Este é de facto um local de eleição, onde se mistura o saber e o brincar; a liberdade de correr com a tranquilidade de sentar e ler um livro; a imaginação de ser um palhaço atrevido e um viajante num comboio misterioso.

Este é um local importante para o crescimento da Clara [com apenas 21 meses] e de tantas outras “Claras” com as quais nos cruzamos. Contribuirá para o seu desenvolvimento e quem sabe para que também ela tenha o bichinho dos livros.
Sinto que cada vez que ali vamos, saímos de lá mais preenchidas, também, mais felizes!

Ângela Rodrigues

Notas: Quero deixar sublinhado que não tenho qualquer ligação profissional/pessoal à biblioteca, nem ao município. A meu pedido e de muitas famílias é importante alargar a abertura deste tipo de espaços educativos e culturais a todo o fim-de-semana, não apenas, ao sábado de manhã. Este é um conceito que outros municípios deviam replicar.

Comentários

Comentários