Ser pai é o melhor do mundo

Ser pai,

É construir uma armadura de proteção,
Amar mais do que alguma vez amou,
É estar lá na hora do medo e do choro aflito,
É viver mais do que a sua vida,
É acompanhar,
Com olhos de mocho e garras de leão,
Os primeiros passos,
E todos os outros passos pela vida fora,
É dar o casaco para abrigar da chuva e do frio,
É levantar o sobreolho, a voz e a sua fúria a quem nos magoa,
O pai protege,
Ensina a andar de bicicleta,
Muda o pneu furado,
Conserta o brinquedo avariado,
Ensina a nadar, ou só a flutuar,
Dá abraços maiores que o mundo,
Resolve os exercícios difíceis da escola,
Vai ao vizinho buscar a bola,
Obriga a pedir desculpa,
Leva ao médico e diz sempre que não vai doer,
É trabalhador, tanto que às vezes chega tarde para jantar,
Dá o beijinho de boa noite,
Brinca até se cansar,
Toca guitarra e canta a desafinar,
Acompanha no primeiro dia de aulas,
É desajeitado a vestir-me, combina cores esquisitas,
Enfrenta os mauzões do parque,
E tem medo de mudar a minha fralda
Deita-se ao meu lado para eu adormecer,
Usa camisas,
Grita quando marcam golo,
É atrapalhado quando me dá banho,
Teme e fica em silêncio com os meus gritos,
É grande e forte
Como todos os outros pais
Ser pai é cuidar de mim e eu cuidar de ti até ao infinito.

Ao meu pai que é o melhor pai do mundo.
Ao pai da Clara que está a descobrir que ser pai é o melhor do mundo.
A todos os outros pais, um Feliz Dia do Pai!

Ângela Rodrigues

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta